Submissão

 

Topoi. Revista de História, de periodicidade quadrimestral, publica diferentes tipos de textos inéditos: artigos, ensaios, entrevistas, debates, traduções e resenhas críticas. Recebemos colaborações em fluxo contínuo através do site mc04.manuscriptcentral.com/topoi-scielo. A Topoi também é uma Revista de acesso aberto, disponibilizando consulta gratuita a todo o material produzido e disponibilizado por ela, assim como são também gratuitas a submissão e a publicação dos textos.


AVALIAÇÃO DOS TEXTOS SUBMETIDOS À TOPOI

A submissão de artigos está sujeita à aprovação prévia do Comitê Editorial da revista, que leva em conta a adequação do texto ao projeto editorial e à qualidade do periódico. Uma vez aprovado pelo Comitê, o artigo é avaliado por ao menos dois pareceristas externos anônimos, no sistema de revisão por pares, duplo-cego. Tendo em vista os pedidos de revisão dos pareceristas e do editor, mais de uma rodada de avaliação podem ser realizadas. A aceitação final depende de recomendação dos pareceristas, da efetivação, pelo(s) autor(es), das alterações necessárias e da aprovação final pelo Comitê Editorial.

Resenhas, ensaios, traduções e entrevistas são de responsabilidade dos editores, o que torna facultativo o uso de pareceristas. Da mesma forma, traduções de textos já publicados em outras revistas estão sujeitas exclusivamente à aprovação do Comitê Editorial.

Os autores devem informar qualquer potencial conflito de interesse, incluindo interesses políticos e/ou financeiros associados à pesquisa. Do mesmo modo, o comitê também solicita aos pareceristas que nos indiquem conflitos de interesse em relação ao texto a ser avaliado, o que pode levar à substituição do revisor ad hoc. Após a avaliação do manuscrito, no caso de sua aprovação, o autor poderá enviar à revista dados a respeito da instituição, ou agência de fomento, que financiou a pesquisa da qual resultou o trabalho para que estes sejam publicados na primeira nota do texto.


REGRAS DE SUBMISSÃO

Recomenda-se que os autores, antes de submeterem seus trabalhos, verifiquem se estão contemplados todos os itens listados a seguir, uma vez os textos que não seguirem estritamente os padrões editoriais da revista serão devolvidos aos proponentes antes mesmo da avaliação pelos pares.

1) A contribuição deve ser original e inédita (exceto nos casos de tradução, evidentemente), não deve estar sendo avaliada por outra publicação. O Comitê Editorial reserva-se o direito de investigar a ocorrência de casos de dupla submissão ou plágio para artigos submetidos.

2) Os textos submetidos não devem conter quaisquer indicações de autoria. Manuscritos podem incluir material publicado anteriormente pelo(s) autor(es), desde que este esteja claramente indicado, com referência completa, e que o artigo submetido traga significativa contribuição inédita.

3) As submissões devem ser enviadas em arquivos no formato Microsoft Word, OpenDocument, ou RTF. Se contiverem imagens fotográficas, ilustrações, tabelas e/ou gráficos, estes devem estar inseridos no corpo do texto. As tabelas e os gráficos são numerados consecutivamente com algarismos arábicos e encabeçados por título, com as fontes devidamente mencionadas. As imagens, em formato JPG, têm legendas iniciadas pelo termo Figura e numeradas consecutivamente em algarismos arábicos, com as fontes devidamente mencionadas (autor, nome da obra, data, acervo de localização, dimensões, descrição material ou outras informações necessárias). No ato de submissão do artigo, o autor também poderá anexar separadamente as imagens e tabelas na plataforma ScholarOne. Entretanto, trata-se de uma anexação opcional.

4) Os trabalhos são digitados em fonte normal Times New Roman 12; alinhamento justificado; tabulação padrão (1,25cm) no início dos parágrafos; espaço entre linhas 1,5 (não usar nenhum tipo de espaçamento “Antes” e “Depois”, nem entrelinhas “Múltiplos” ou de qualquer outro tipo que não seja o especificado aqui); página tamanho A4; margens superior e inferior, direita e esquerda, 2,5 cm.

5) Citações com mais de três linhas são destacadas do texto, sem aspas, compondo parágrafo com recuo de 1,5 cm na margem esquerda, fonte normal Times New Roman, 11, espaço entre linhas simples. Citações com menos de três linhas são incluídas no corpo do texto, entre aspas, em fonte normal. O uso de itálico deve ficar restrito a palavras e trechos em língua estrangeira.

6) Citações em língua estrangeira devem aparecer traduzidas; o original deverá constar na nota, com a informação sobre a autoria da tradução.

7) Topoi usa notas de rodapé, completas, numeradas consecutivamente em algarismos arábicos. As notas aparecem ao fim de cada página, em fonte normal Times New Roman, tamanho 10, espaço entre linhas simples, justificadas, podendo ser de caráter explicativo ou conter referências bibliográficas (o padrão editorial da revista não contempla o sistema autor-data, no corpo de texto).


SUBMISSÃO DE ARTIGOS

8) Os autores de artigos submetidos à Topoi devem ser doutores. Se o artigo for produzido em co-autoria, um dos autores deve ter necessariamente concluído o curso de doutorado.

9) Os artigos (ou ensaios) devem possuir entre 40 mil e 70 mil caracteres com espaço, incluindo notas de rodapé com referências bibliográficas completas.

10) As seções de um artigo, ou ensaio, pela ordem, são as seguintes: título em português, título em inglês, resumo, palavras-chave, abstract, keywords, texto e referências bibliográficas.

11) Os títulos em português e em inglês devem ser apresentados em fonte negrito Times New Roman 12, centralizado; maiúscula apenas no início do título, ou se nele houver substantivo próprio.

12) O resumo deve ser apresentado em um único parágrafo com, no máximo, 10 linhas (700 a 1.050 caracteres com espaço), acompanhado de cinco palavras-chave. Abstract e keywords seguem as mesmas especificações.

13) Os subtítulos das seções em que o artigo, ou ensaio, pode ser dividido devem vir em negrito e com maiúscula apenas no início, ou se nele houver substantivo próprio. Uma linha de espaço entre o parágrafo anterior e o subtítulo, e nenhum espaço entre este e o início do parágrafo seguinte, devem ser observados.


SUBMISSÃO DE RESENHAS

14) Resenhas críticas devem possuir entre 10 mil e 18 mil caracteres com espaço.

15) A obra a ser resenhada pode ter sido escrita em qualquer língua e publicada em qualquer país

16) A obra a ser resenhada deve estar situada em algum dos variados campos de debates historiográficos contemporâneos, justificando-se, assim, sua publicação em uma revista de História.

17) A obra deve ter sido publicada originalmente há no máximo dois anos, no caso de publicações brasileiras, e quatro anos para obras estrangeiras. Também aceitamos resenhas de obras publicadas há mais tempo e reeditadas recentemente.

18) Segundo recomendações do comitê editorial, pede-se que as resenhas sejam a somatória de uma breve descrição (partes, capítulos etc.), de um balanço historiográfico (situando o trabalho em sua corrente analítica) e de uma apreciação crítica da obra em si. Nesse sentido, toda resenha deve possuir um título que indique o objetivo analítico do resenhista.

19) Além do título (em português e inglês), as resenhas devem apresentar a referência bibliográfica completa da obra analisada. Resenhas não contêm resumo, abstract, palavras-chave, keywords, nem referências bibliográficas. Notas de caráter explicativo ou indicando referências bibliográficas podem ser utilizadas nestes textos.

20) Resenhista e autor resenhado não devem ter trabalhado juntos.


SUBMISSÃO DE TRADUÇÕES

21) Traduções devem ter entre 40 mil e 70 mil caracteres com espaço, incluindo notas de rodapé com referências bibliográficas completas. A submissão de tradução deverá vir acompanhada da autorização do autor do texto original.


NORMAS PARA CITAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS

22) As referências bibliográficas, nas notas de rodapé (e na listagem final exigida apenas no caso de artigos), devem estar de acordo com as normas da ABNT. Ver exemplos abaixo:

Livros
¹BARTH, Fredrik. Process and form in social life. Londres: Routledge & Kegan Paul, 1981.
²BROCA, Brito. A vida literária no Brasil: 1900. 4. ed. Rio de Janeiro: José Olympio; Academia Brasileira de Letras, 2004.

Capítulo de livro
¹ CASSIRER, Ernst. A linguagem. Introdução e exposição do problema. In: ________. A filosofia das formas simbólicas. São Paulo: Martins Fontes, 2001. p. 9-74.

Coletânea
¹ CARDOSO, Ciro Flamarion; MALERBA, Jurandir (Org.). Representações: contribuições a um debate transdisciplinar. Campinas: Papirus, 2000.

Artigo de coletânea
¹ HANSEN, João Adolfo. Para uma história dos conceitos das letras coloniais luso-brasileiras dos séculos XVI, XVII e XVIII. In: FERES JÚNIOR, João; JASMIN, Marcelo (Org.). História dos conceitos: diálogos transatlânticos. Rio de Janeiro: PUC-Rio; Edições Loyola; IUPERJ, 2007. p. 253-266.

Artigos de periódicos
¹CARVALHO, José Murilo de. República, democracia e federalismo no Brasil, 1870-1891. Varia Historia, Belo Horizonte, v. 27, n. 45, p. 395-423, jan./jun. 2011.
²PALTI, Elias José. É possível pensar a história em uma era pós-subjetiva? Topoi. Revista de História, Rio de Janeiro, v. 11, n. 20, p. 4-14, jan./jun. 2010. Disponível em: <www.revistatopoi.org>. Acesso em: 20 set. 2010.

Artigo de publicação relativa a reunião científica
¹LOURENÇO, Eduardo. Dois fins de século. In: ENCONTRO DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS DE LITERATURA PORTUGUESA, XIII, 1990, Rio de Janeiro. Atas... Rio de Janeiro: Lynx, 1992. p. 32-40.

Artigo de reunião científica publicado em anais eletrônicos
¹ARAÚJO, Rodrigo Cardoso Soares de. O polêmico Corsário, um pasquim da Corte Imperial (1880-1883). In: SEMINÁRIO DIMENSÕES DA POLÍTICA NA HISTÓRIA: ESTADO, NAÇÃO, IMPÉRIO, I, 2007, Juiz de Fora. Anais… Juiz de Fora: Clio Edições, 2007. p. 500-513 (Anais eletrônicos).

Tese acadêmica
¹ AZEVEDO, Francisca Lucia Nogueira de. Carlota Joaquina, Infanta de Espanha e Princesa do Brasil (1808-1814). Tese (Doutorado em História Social) – Programa de Pós-graduação em História Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1997.

Artigo de jornal
¹ GLEISER, Marcelo. Newton, Einstein e Deus. Folha de S.Paulo, 13 jun. 2010. Ilustrada, p. A23.

23) A primeira citação uma obra deve trazer, na nota correspondente, a referência completa da mesma, segundo o modelo acima. A partir da segunda citação, deve-se utilizar o seguinte modelo: AUTOR, Título da obra, op. cit., número da página. Ver exemplos abaixo:

¹ BARTH, Fredrik. Process and form in social life, op. cit., p. 12.
² CARVALHO, José Murilo de. República, democracia e federalismo no Brasil, 1870-1891, op. cit., p. 400.

24) No caso de duas ou mais citações sucessivas de páginas diferentes da mesma obra, deve-se utilizar o termo Ibidem. Ver exemplo abaixo:

¹ CASSIRER, Ernst. A linguagem. Introdução e exposição do problema. In: ________. A filosofia das formas simbólicas. São Paulo: Martins Fontes, 2001. p. 10.
² Ibidem, p. 11.

25) No caso de duas ou mais citações sucessivas da mesma página de uma mesma obra, deve-se utilizar o termo Idem. Ver exemplo abaixo:

¹ HANSEN, João Adolfo. Para uma história dos conceitos das letras coloniais luso-brasileiras dos séculos XVI, XVII e XVIII. In: FERES JÚNIOR, João; JASMIN, Marcelo (Org.). História dos conceitos: diálogos transatlânticos. Rio de Janeiro: PUC-Rio; Edições Loyola; IUPERJ, 2007. p. 255.
² Idem.


OUTRAS INFORMAÇÕES

26) Anexos e/ou apêndices serão incluídos somente quando imprescindíveis à compreensão do texto.

27) Todos os trabalhos em português deverão ser apresentados após revisão gramatical e ortográfica (de acordo com o estabelecido no Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa).

28) A Topoi. Revista de História também publica artigos em inglês, espanhol ou francês, passando estes textos pelo mesmo processo de avaliação por pares. A publicação, após aprovado o artigo, pode depender das possibilidades de tradução.

29) O envio de originais implica a cessão de direitos autorais e de publicação para Topoi. Revista de História. Os dados, conceitos e opiniões apresentados nos trabalhos, bem como a exatidão das referências documentais e bibliográficas, são de inteira responsabilidade dos autores.

30) O sistema ScholarOne solicita as informações pessoais do(s) autor(es), como nome completo, endereço, telefone, e-mail. Além de dados como titulação, vínculo institucional, cargo, publicações mais recentes. Uma vez que o método de avaliação é o duplo-cego, os dados dos autores não são disponibilizados para os pareceristas. Cabe aos autores garantir a precisão, correção e atualização de tais informações

31) Havendo qualquer dúvida quanto ao envio de textos ou sobre o uso do ScholarOne, entre em contato com a revista através do email: topoi@revistatopoi.org.